Volume 5 | Introdução às Demonstrações, S/A, Depreciação, Impairment, Leasing

Volume 5 | Introdução às Demonstrações, S/A, Depreciação, Impairment, Leasing

Baseado em 16 avaliações
  • 1057 Alunos matriculados
  • 38 Horas de duração
  • 84 Aulas
  • 20 Módulos
  • 1 ano de suporte
Parcele em 12x R$ 39,77 (ou R$ 396,00 à vista) OU
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"BOM"
Roberto Wagner da Silva
mais avaliações

Volume 5

Introdução às Demonstrações, S/A, Depreciação, Impairment, Leasing

Loberto Sasaki


Curso prático sobre Introdução às Demonstrações Financeiras, Convergência Contábil, S/A, Depreciação, Impairment, Leasing, IFRS, CPC, NBC, Inflação.

Investimento: De R$ 495,00 Por R$ 396,00
Parcele em até 12 Vezes no Cartão ou à Vista no Boleto Bancário.


Curso online em vídeos.
Prazo de acesso: 365 dias (1 ano)  
Material de acompanhamento: Exercícios em PDF.


Conteúdo Programático

1. Fundamentação Legal.
1.1 Lei 6.404/76, com redação alterada pelas Leis 11.638/2007 e 11.941/2009.
1.2 Legislação Tributária – Lei 12.973/2014.

2. Fundamentação Técnica.
2.1 Pronunciamentos Técnicos CPC 06, 26 (R1), 27 e 31.
2.2 CFC – NBC TG 06 (R1), 26 (R2), 27 (R2) e 31 (R2).
2.3 CVM – Deliberações 645/10, 676/11, 583/09 e 598/09.

3. Sociedades Anônimas.
3.1 Característica e natureza.
3.2 S/A de capital aberto.
3.3 S/A de capital fechado
3.3.1 Companhia fechada de pequeno porte.
3.4 O papel da comissão de valores mobiliários – CVM.
3.5 Mercado de bolsa.
3.6 Mercado de balcão.
3.7 Valores mobiliários.
3.8 Sociedade limitada.
3.9 Sociedade de grande porte – lei 11.638/2007.
3.10 Quanto a publicação.
3.11 Quanto a auditoria.

4. Introdução às Demonstrações Financeiras.
4.1 Demonstrações financeiras obrigatórias, segundo o Art. 176, da Lei 6.404/76.
4.2 Demonstrações financeiras obrigatórias, segundo a CVM, exclusivamente para companhias abertas.
4.3 Demonstrações financeiras obrigatórias, segundo a legislação tributária, decreto 3.000/99 (RIR) e Lei 12.973/2014.
4.4 Destinação do lucro do exercício.
4.5 Estrutura de uma sociedade anônima.
4.6 Aspecto contábil da destinação do lucro e breve introdução à DR, ao BP e à DLPA.
4.7 Breve introdução à DFC.
4.8 Breve introdução à DVA.

5. Normas de Convergência para Contabilidade Internacional.

6. O Processo de Convergência Contábil Internacional
6.1 Contabilidade americana.
6.1.1 Órgão emissor de normas.
6.1.2 Normas emitidas no período de 1938 a 2008.
6.2 Contabilidade internacional.
6.2.1 Criação do órgão – em 1973.
6.2.2 Alteração do órgão – em 2001.
6.2.3 Normas internacionais de contabilidade.
6.2.4 Resumo das normas emitidas até 2008.
6.2.5 FASB – Convergência com IASB – Internacional Accounting Standardas Board.
6.2.6 Adesão às normas do IASB.
6.3 Convergência das normas contábeis brasileiras para as normas internacionais de contabilidade.
6.3.1 Adesão às normas do IASB.
6.3.2 Objetivos das alterações na matéria contábil – lei 11.638/2007.
6.3.3 Demonstrações financeiras de sociedades de grande porte.
6.3.4 Comitê de pronunciamentos contábeis.
6.3.5 Lei nº 11.638, de 28 de dezembro de 2007.
6.3.6 Adoção inicial da lei nº 11.638/2007 e da lei nº 11.941/2009.
6.3.7 Status da agenda do comitê de pronunciamento contábil.
6.4 Medida provisória nº 449, de 3 de dezembro de 2008 – DOU de 4/12/2008, convertida em lei 11.941/2009.
6.4.1 Nova lei das S/A – regulamentação fiscal.
6.4.2 RTT – Regime tributário de transição (opção).
6.4.3 RTT – (neutralidade tributária na apuração do lucro real).
6.4.4 Lei 11.941/2009 – capítulo III – do regime tributário de transição.
6.4.5 RTT – exemplo.

7. Depreciação.
7.1 Bens permanentes.
7.2 Depreciação – conceito e fundamento legal.
7.2.1 Método de depreciação.
7.2.2 Depreciação, segundo a legislação tributária.
7.2.2.1 Legislação tributária – Lei 4.506/64.
7.2.2.2 Taxas de depreciação.
7.2.2.3 Outras informações importantes.
7.2.3 Contabilização.
7.2.4 Nas demonstrações financeiras.
7.2.5 Exemplo.
7.2.6 Depreciação acelerada – fiscal.
7.2.7 Depreciação de bem usado – regra fiscal
7.2.7.1 Início da depreciação.
7.2.7.2 Exemplo.
7.3 Venda de bens permanentes.
7.3.1 Operações de 20X1.
7.4 Contas de operações continuadas
7.4.1 Receitas de operações continuadas.
7.4.2 Despesas de operações continuadas.
7.5 Contas de operações descontinuadas.
7.5.1 Resultado de operações descontinuadas.
7.5.2 Receitas e despesas de operações descontinuadas.
7.6 Histórico da nova DR.
7.7 Ativo não circulante mantido para venda e operação descontinuada.
7.7.1 Apresentação.
7.7.2 Ganhos ou perdas relacionados com operações em continuidade.
7.8 Demonstração do resultado do exercício.
7.9 A nova depreciação.
7.9.1 Ativo imobilizado – norma jurídica (lei 6.404/76).
7.9.2 Ativo imobilizado – norma técnica (CPC 27).
7.9.3 Depreciação efetiva – exemplo 1.
7.9.4 Depreciação efetiva – exemplo 2.

8. Impairment.
8.1 Critérios de avaliação do imobilizado e intangível – Lei 6.404/76.
8.2 Introdução.
8.3 Teste de recuperabilidade ou teste de impairment
8.3.1 Determinação do valor contábil (VC).
8.3.2 Determinação do valor recuperável (VR).
8.3.3 Determinação da perda por desvalorização (impairment).
8.3.4 Contabilização.
8.4 Redução ao valor recuperável de ativos – impairment (norma técnica – CPC 01).
8.5 Redução do valor recuperável de ativo – impairment (norma tributária – Lei 12.973/2014).

9. Arrendamento Mercantil (Leasing).
9.1 Ativo fixo financiado por capital de terceiros
9.1.1 Aquisição de imobilizado via empréstimo a juros pré fixados.
9.1.2 Aquisição de imobilizado via financiamento bancário.
9.1.3 Aquisição de imobilizado via leasing financeiro até 31/12/2007 lei societária e lei tributária antigas.
9.1.4 Aquisição de imobilizado via leasing financeiro a partir de 1º/1/2008 (contabilidade internacional).
9.2 Operações de arrendamento mercantil
9.2.1 Introdução.
9.2.2 Classificação: arrendamento mercantil financeiro e arrendamento mercantil operacional.
9.2.3 Contabilização na arrendatária.
9.2.3.1 Arrendamento mercantil financeiro.
9.2.3.2 Arrendamento mercantil operacional (norma técnica – CPC 06 – itens 33 a 35).
9.2.3.3 Arrendamento Mercantil – Leasing (Norma Técnica – CPC 06).

10. Correção Monetária Do Balanço.
10.1 Variação monetária x correção monetária.
10.1.1 Variação cambial.
10.1.2 Noções de atualização monetária.
10.1.3 Correção monetária do balanço.
10.1.3.1 Fundamento legal – normas que vigoraram até 31/12/1995.
10.1.3.2 Empresas sujeitas a correção monetária.
10.1.3.3 Indexador único.
10.1.3.4 Relação de contas sujeitas a correção monetária.
10.1.3.5 Contabilização.
10.1.3.5.1 Regra geral.
10.1.3.5.2 Exceção.
10.1.3.5.3 “ACM” ou “resultado da correção monetária”.
10.1.3.5.4 Exemplo.
10.1.3.6 Escrituração contábil – exigência fiscal.
10.1.3.7 Momento da correção monetária do balanço.
10.1.3.8 Depreciação em ambiente inflacionário.
10.1.4 Cálculo da depreciação e correção – monetária em UFIR (sistema trimestral e anual).


Faça parte do nosso grupo no Facebook
Clique aqui e solicite participação.

Cadastre-se no site agora e faça parte do #ClubeNata  
Os participantes do Clube Nata recebem vantagens exclusivas como descontos em matrículas e acesso a conteúdos gratuitos e exclusivos como vídeos, artigos e atualizações.


#CGA #ContabilidadeGeralAvançada #ClubeNata

1 ano Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 ano após a matrícula.

Atende a todos os estudantes do curso de graduação em Ciências Contábeis, aos iniciantes na profissão e aos profissionais atuantes que desejem atualizar e/ou aperfeiçoar conhecimentos.

Loberto Sasaki
"Sou professor nas áreas contábil, tributária, trabalhista e previdenciária há mais de 30 anos, minha missão é simplificar o conteúdo e facilitar o aprendizado"

           

Atuei no mercado como Contador, Auditor e Perito Contábil. Fui consultor e escritor de boletins de empresas especializadas nas áreas Contábil, Comercial, Trabalhista e Tributária. Tive como primeiro emprego ser professor de Cursos Práticos de Contabilidade, profissão que abracei e nunca parei. Fui também professor universitário nos cursos de graduação e pós-graduação na área contábil. Sou palestrante em diversos congressos, eventos contábeis e áreas afins.


Ao concluir o curso, com progresso de aproveitamento de 100%, você receberá acesso ao certificado de conclusão, em formato PDF, para baixar.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretarias Estaduais de Educação autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal.  É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme explicado acima, nossos cursos são de nível básico a avançado, de conhecimento livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Seja bem-vindo(a) ao curso Volume 5
  • 2. Orientações
  • 3. Certificado
Neste módulo recomendamos baixar os Exercícios em PDF para melhor acompanhamento das aulas.
Observação: Este material não contém a parte teórica, somente as páginas que correspondem aos exercícios corrigidos pelo professor. A parte teórica é tratada durante aula.
  • 1. Volume 5 [Baixar PDF]
  • 1. Volume 5 | Aula 01 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 01 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 01 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 01 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 01 | Parte 05
  • 6. Volume 5 | Aula 01 | Parte 06
  • 1. Volume 5 | Aula 02 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 02 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 02 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 02 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 02 | Parte 05
  • 1. Volume 5 | Aula 03 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 03 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 03 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 03 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 03 | Parte 05
  • 1. Volume 5 | Aula 04 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 04 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 04 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 04 | Parte 04
  • 1. Volume 5 | Aula 05 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 05 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 05 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 05 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 05 | Parte 05
  • 1. Volume 5 | Aula 06 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 06 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 06 | Parte 03
  • 1. Volume 5 | Aula 07 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 07 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 07 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 07 | Parte 04
  • 1. Volume 5 | Aula 08 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 08 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 08 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 08 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 08 | Parte 05
  • 1. Volume 5 | Aula 09 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 09 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 09 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 09 | Parte 04
  • 1. Volume 5 | Aula 10 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 10 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 10 | Parte 03
  • 1. Volume 5 | Aula 11 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 11 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 11 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 11 | Parte 04
  • 1. Volume 5 | Aula 12 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 12 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 12 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 12 | Parte 04
  • 1. Volume 5 | Aula 13 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 13 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 13 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 13 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 13 | Parte 05
  • 6. Volume 5 | Aula 13 | Parte 06
  • 7. Volume 5 | Aula 13 | Parte 07
  • 1. Volume 5 | Aula 14 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 14 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 14 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 14 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 14 | Parte 05
  • 1. Volume 5 | Aula 15 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 15 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 15 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 15 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 15 | Parte 05
  • 6. Volume 5 | Aula 15 | Parte 06
  • 1. Volume 5 | Aula 16 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 16 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 16 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 16 | Parte 04
  • 5. Volume 5 | Aula 16 | Parte 05
  • 1. Volume 5 | Aula 17 | Parte 01
  • 2. Volume 5 | Aula 17 | Parte 02
  • 3. Volume 5 | Aula 17 | Parte 03
  • 4. Volume 5 | Aula 17 | Parte 04

Dúvidas Frequentes

A ativação do acesso ao curso ou pacote depende do meio de pagamento escolhido, veja: a) Cartão de crédito - quando o pagamento é efetuado por meio de cartão, a confirmação do pagamento acontece em até 2 horas. Após a confirmação, o acesso ao curso ou pacote é ativado automaticamente, você receberá um e-mail confirmando o pagamento e já pode fazer o login para acessar o seu curso. b) Boleto bancário - quando o pagamento é efetuado por meio de boleto bancário, a confirmação do pagamento acontece após a compensação de 1 a 3 dias úteis. Após a confirmação, o acesso ao curso ou pacote é ativado automaticamente, você receberá um e-mail confirmando o pagamento e já pode fazer o login para acessar o seu curso. c) Pagamento à vista, via depósito ou transferência - Para pagamentos realizados à vista, via depósito ou transferência, você deverá observar as instruções recebidas via e-mail, de como proceder na comunicação do pagamento. O acesso ao curso ou pacote é ativado manualmente, em até 30 minutos, se o pagamento efetuado for comunicado em dia e horário comercial - segunda a sexta, das 9h às 18h. Para informações entre em contato.
Não. O conteúdo do material Exercícios em PDF não inclui a parte teórica escrita, de acordo com as exigências do autor. Dessa forma este material Exercícios em PDF inclui somente os exercícios que são corrigidos em aula pelo professor autor. Quanto a parte teórica, esta é totalmente exposta, no quadro, durante a aula pelo professor. Já os livros impressos possuem teoria e exercícios. Recomendamos a aquisição do livro para melhor aproveitamento do conteúdo do curso.
Em tamanho A4, formato espiral, contendo capa resistente plástica. Você poderá sim adquirir os livros a parte no site, desde que possua matrícula ativa. Para mais informações entre em contato. Somente os cursos: CGB, CGA (9 Volumes) e ADC possuem livros, os demais cursos são
Os cursos são de acesso online e todas as aulas são em vídeo com material de acompanhamento que pode ser Exercícios em PDF, Livro Digital em Formato PDF ou Livros Impressos. Veja na descrição do curso qual o material de acompanhamento faz parte da matrícula.
Voltar ao topo